sábado, 11 de outubro de 2014

F i q u e : Deixe-me Tocar Seu Coração ~*


[...] Quanto tempo ainda falta? Quanto tempo ainda falta para mim deixar de sentir todas as lembranças que me acarretam tristeza? Isso ainda vai durar por quantas horas, pois eu preciso saber por quanto tempo aguentarei. Minhas estruturas já estão tão abaladas que eu não sei mais se aguento passar por mais um tremor minimo. Seu sorriso me causa uma angustia que faz meus pelos da nuca criarem vida própria.
Estou em um corredor escuro na esperança que exista uma luz no seu fim para clarear minha vida, mas não sei se posso me prender a isso. Eu não quero acreditar nesse inicio, pois está tudo caminhando de uma maneira tão complexa que sei que não será saudável para nenhum de nós, mas já estou acorrentado a você, e esse vem sendo meu maior erro.
Meus sentimentos, seus sentimentos, nossos sentimentos, eles são equivalentes? Eles podem sobreviver a uma nova batalha? E você está sentindo o mesmo que eu? Porque não estou disposto a entregar o jogo facilmente dessa vez, mesmo sabendo que essa batalha já está ganha. Meu coração grita pelo seu nome na espera de que tudo fique bem, pois nós realmente queremos que no fim tudo fique bem.
Estamos caminhando a horas, e tudo o que eu faço é seguir seus passos, pois me pego pensando que a confiança deve ser o seguimento certo para o próximo passo, tudo o que eu quero é sair dessas frases melancólicas e abraçar-te, mas você realmente quer meu abraço? Eu te protegeria de todo medo, de todo mal, e te cuidaria ate o fim, mas quem cuidaria de mim? Quem cuidaria de mim se tudo desse errado? Tire essa corda do meu pescoço, e me iluda, mas não fuja com medo do mal que pode me causar.
Eu tenho medo do escuro, eu tenho medo de estar sozinho, eu tenho medo de continuar nesse mundo complexo e jamais ser entendido, e sem seu carinho me perder constantemente. Por que sinto meu rosto úmido? Por que sinto o gosto estranho na boca? Essas lagrimas não deveriam estar onde estão, serio, mas... mas... Por que tudo precisa ser inciado de maneira tão complicada quando tudo o que eu quero é descomplicar, segurar sua mão e partir rumo ao por ao sol.
É tão difícil acreditar que meus sonhos só farão sentido se você estiver comigo, e se eu puder compartilhar os mesmos com você? Não vá embora ainda, eu ainda preciso, eu ainda preciso de você. 
Eu não quero ser o cara que está te assustando, pois eu já estou tão assustado, e tudo o que eu preciso é que você diga que está tudo bem, e que vai continuar assim por um bom tempo. Diga-me que serei muito mais do que uma simples linha na sua vida, pois você não será apenas uma estrofe no meu caminho. Olhe para mim, e sinta que estou sendo sincero, eu não posso acreditar no amor... Não me deixe acreditar no amor.
Eu não posso te amar, e você não pode me amar.
Sou um desconhecido perdido em meus próprios pensamentos apaixonantes, mas quem é você? Não quero acreditar que estou a beira de um abismo, e simplesmente decidi me jogar de cabeça, pois é assim que funciona, tudo ou nada.
Fique... Não vá embora ate perceber quem sou de verdade, e me deixe tocar seu coração! [...]

Atenciosamente,
HG'

Nenhum comentário:

Postar um comentário